top of page

Cia Cobaia Cênica se apresenta em Witmarsum, Agronômica e Braço do Trombudo


A primeira semana de outubro é de apresentações diárias para a Cia Artística Cobaia Cênica. Depois de Mirim Doce, Rio do Campo e Presidente Getúlio, a companhia se apresenta em mais duas cidades do Alto Vale. São as sessões do espetáculo Miguel - o cavalivreiro, que são gratuitas e especialmente direcionadas ao público escolar.


Na quinta-feira, 5 de outubro, quem recebe o projeto é a Escola de Educação Básica Professora Semíramis Bosco, de Witmarsum. A apresentação inicia às 9h30min. No dia seguinte, 6 de outubro, é a vez de Agronômica sediar o teatro na Escola Municipal Rosa Lanznaster de Souza, na Valada Gropp, às 8h.


E encerrando a semana, na tarde de sábado, 7 de outubro, o espetáculo será apresentado no Dia da Família em Braço do Trombudo, às 14h. O evento será na Praça Edgar Arnold, na Avenida Erica Hansen Joenk, no Centro.


A circulação de Miguel - o cavalivreiro iniciou em agosto e segue até novembro, quando terá passado por todos os 28 municípios do Alto Vale. O projeto da companhia de Rio do Sul é realizado através do PIC (Programa de Incentivo à Cultura), promovido pelo Governo do Estado de Santa Catarina, por meio da Fundação Catarinense de Cultura, com incentivo do Grupo Rohden.


A obra é uma fábula de um menino corajoso e valente contra o dragão Ignorâncio. O espetáculo vai difundir o acesso ao teatro e passar por palcos, escolas, espaços alternativos e feiras literárias. A prioridade das apresentações é para escolas públicas e toda a circulação vai abranger cidades que raramente recebem espetáculos de artes cênicas.


Miguel - o cavalivreiro é uma aventura que se passa em um país sem nome, vazio de casas, escolas, igrejas, bibliotecas e livros. Ali o idioma tem um vocabulário reduzido a termos de trabalho, um enorme dragão ignorante escraviza as pessoas e as obriga a satisfazerem suas mais absurdas vontades. Até que um dia o curioso e destemido menino Miguel resolve enfrentar o monstro com um "artefato" muito poderoso: o conhecimento.


O espetáculo é contado e cantado de maneira lúdica, que sensibiliza e instiga os espectadores para a busca pelo conhecimento. Na era da internet, da comunicação rápida, massiva, e muitas vezes distorcida, Miguel... surge para apresentar uma arma poderosa contra a desinformação. Ele é um herói inspirado pela tolerância, a aceitação do outro e a verdadeira humanidade. O enredo trata da importância dos livros e da leitura, com personagens que defendem a amizade e o companheirismo, a aceitação do que é diverso e a força da coletividade. E é assim que o herói Miguel se arma para enfrentar o mundo e seus algozes.


O texto é de autoria do ator Samuel Paes de Luna e já foi publicado em livro. O artista encena a obra com o também ator da companhia Thiago Becker. Juntos, eles já apresentaram Miguel - o cavalivreiro em 30 cidades pelo Brasil.


Fotos: Vladimir Fronza


Espetáculo Miguel – o cavalivreiro

Atuação: Samuel Paes de Luna e Thiago Becker

Texto e concepção: Samuel Paes de Luna

Direção e Figurino: Samuel Paes de Luna e Thiago Becker

Letras e Músicas: Samuel Paes de Luna e Thiago Becker

Realização e Produção: Cia Cobaia Cênica

Gênero: contação de história

Classificação: livre

Indicação etária: 6 anos

Duração: 40 minutos


Assessoria de imprensa:

Tiago Amado

Jornalista (SC 0003179 JP

5 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page