romà (proposta de direção)

Atualizado: 19 de Fev de 2019

por Victor Seixas - Diretor


Diretor em ação


Entendendo o amor como múltiplo e diverso por natureza, a proposta da direção também buscará na multiplicidade de linguagem o seu norte estético. Desde as possibilidades de atuação, do tom mais performativo e autoficcional até o melodrama e a comédia mais escrachada, passando pela estrutura da cena de cada uma dessas histórias (à italiana, arena, corredor, até culminar em uma itinerância, um percurso pela cidade) que se quer experienciar.

“Quem sabe isso quer dizer” abre as portas pro indizível, o impensável e até mesmo para a dúvida. Em que medida podemos provocar o espectador a também se perguntar, verdadeiramente, o que a cena quer dizer - que não tão somente o que se pode perceber à primeira vista?

A proposta da direção é provocar o encontro dos espectadores com os dois atores que se propuseram a falar sobre o amor e pactuar entre eles uma relação de confidentes, testemunhas da(s) história(s), ao ponto de embarcarem numa experiência real de união.

A encenação, portanto, começará dentro do teatro - espaço escolhido pelos atores para ritualizar a sua união e contar as histórias que vão além de si e compõem o espectro desse encontro - e terminará no cartório da cidade - espaço oficial de formalização das uniões socialmente respeitadas e validadas pelo Estado democrático em que vivemos. Entre um espaço e outro, é proposto um caminho, um percurso afetivo e performativo, conduzido pelo casal de atores prestes a se casar.


#quemsabeissoquerdizeramor #teatro #romà #cobaiacenica #amor #arte #play #artescenicas #premionodgipellizzetti


© 2018 | Cobaia Cênica