Capa.png

Imagine um mundo onde a arte foi proibida.

Consegue imaginar?

Ela foi proibida, e mais tarde esquecida.

Um mundo tecnológico e sem cor.

Apático.

As pessoas vivem para trabalhar e apenas existem.

Se é que se pode dizer que existem...

São robôs, de carne, osso e sangue.

Sem lágrimas.

Sem arrepios.

Sem suspiros.

Sem sorrisos.

Elas estão sempre conectadas, mas apenas virtualmente.
Elas não se afetam.

Não se questionam.
Apenas seguem respirando.

Teaser

Sinopse

Sem AR TE digo que não vives é um a experiência cênica virtual que traz como temática a reflexão sobre a importância da arte nas nossas vidas. 

Para essa discussão, mergulhamos em um mundo branco e apático. Um tempo onde a arte foi esquecida. Os habitantes desse novo mundo apenas existem e seguem trabalhando. Algo fora do comum acontece e quebra a rotina dessas personas. Eles se conhecem e reconhecem pela primeira vez. A arte se faz presente da forma mais primitiva. Desde a necessidade de capturar e registrar uma imagem, de imitar um acontecimento e degustar a beleza e harmonia das cores.


A partir da “ausência” da arte, as personas irão percebendo que a dança, a música, o teatro, a pintura estão dentro deles e não apenas em algo que de fato conseguimos ver e tocar. Eles próprios são arte.
​​

Sem AR TE digo que não vives_02.jpg
Contagem numers-01

Contagem numers-01

Sem AR TE digo que não vives_03

Sem AR TE digo que não vives_03

gravacoes_03

gravacoes_03

gravacoes_01

gravacoes_01

gravacoes_02

gravacoes_02

gravacoes_06

gravacoes_06

Ficha Técnica

Direção: Thiago Becker

Dramaturgia: Agatha Duarte e Thiago Becker

Roteiro: Thiago Becker

Trilha Sonora: Rodrigo Fronza

Figurinos e adereços: Thiago Becker e Samuel Paes de Luna

Captação de imagens: Vladi Fronza

Edição: Thiago Becker

Elenco: Agatha Duarte

        Ana Cristina Gaebler

        Karoline Zambon

        Rodrigo Fronza

        Samuel Paes de Luna