top of page

Miguel - o cavalivreiro circula por todo o Alto Vale

A fábula de um menino corajoso e valente contra o dragão Ignorâncio vai percorrer caminhos de todo o Alto Vale do Itajaí. Entre agosto e dezembro, a Cia Cobaia Cênica, de Rio do Sul, apresenta o espetáculo Miguel - o cavalivreiro em palcos, escolas, espaços alternativos e feiras literárias dos 28 municípios da região. Todas as apresentações serão gratuitas, com interpretação na Língua Brasileira de Sinais (LIBRAS). A classificação é livre e a indicação etária é para público a partir de 6 anos. A estreia da circulação será no dia 16 de agosto, às 13h15min, na Escola Bernardo Rohden, em Salete.


O projeto é realizado através do PIC (Programa de Incentivo à Cultura), promovido pelo Governo do Estado de Santa Catarina, por meio da Fundação Catarinense de Cultura, com incentivo do Grupo Rohden.


É dessa forma que o espetáculo vai difundir o acesso ao teatro e chegar a um público de aproximadamente 2,5 mil pessoas. A prioridade das apresentações será para escolas públicas e toda a circulação vai abranger cidades que raramente recebem espetáculos de artes cênicas.

Miguel - o cavalivreiro é um aventura que se passa em um país sem nome, vazio de casas, escolas, igrejas, bibliotecas e livros. Ali o idioma tem um vocabulário reduzido a termos de trabalho, um enorme dragão ignorante escraviza as pessoas e as obriga a satisfazerem suas mais absurdas vontades. Até que um dia o curioso e destemido menino Miguel resolve enfrentar o monstro com um "artefato" muito poderoso: o conhecimento.


Sobre o espetáculo


O espetáculo é uma fábula contada e cantada de maneira lúdica, que sensibiliza e instiga os espectadores para a busca pelo conhecimento. Na era da internet, da comunicação rápida, massiva, e muitas vezes distorcida, Miguel... surge para apresentar uma arma poderosa contra a desinformação. Ele é um herói inspirado pela tolerância, a aceitação do outro e a verdadeira humanidade. O enredo trata da importância dos livros e da leitura, com personagens que defendem a amizade e o companheirismo, a aceitação do que é diverso e a força da coletividade. E é assim que o heroi Miguel se arma para enfrentar o mundo e seus algozes.

O texto é de autoria do ator Samuel Paes de Luna e já foi publicado em livro. O artista encena a obra com o também ator da companhia Thiago Becker. Juntos, eles já apresentaram Miguel - o cavalivreiro em 30 cidades pelo Brasil.



Sobre a companhia


A Cia Artística Cobaia Cênica nasceu na Fundação Cultural de Rio do Sul em 2010 como um grupo experimental. Desde 2016, produz trabalhos profissionais com destaque na cena teatral de Santa Catarina e do Brasil. A companhia já circulou com espetáculos por cidades catarinenses, do Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro e Pernambuco. Em 2020, recebeu 12 indicações ao Prêmio Cenym do Teatro Nacional e venceu em quatro categorias, incluindo a de Melhor Companhia de Teatro. O grupo realiza também oficinas teatrais, de produção cultural e de comunicação para artistas. Todo o trabalho é guiado pela proposta de promover a arte e o teatro como ferramentas de reflexão crítica e transformação social. Os espetáculos abordam temáticas de forma poética, com linguagem acessível e para sensibilizar o público e assim promover um mundo mais justo, igualitário, diverso e democrático.


Espetáculo Miguel – o cavalivreiro

Atuação: Samuel Paes de Luna e Thiago Becker

Texto e concepção: Samuel Paes de Luna

Direção e Figurino: Samuel Paes de Luna e Thiago Becker

Letras e Músicas: Samuel Paes de Luna e Thiago Becker

Realização e Produção: Cia Cobaia Cênica

Gênero: contação de História

Classificação: livre

Indicação etária: 6 anos

Duração: 35 minutos


Assessoria de imprensa:

Tiago Amado

Jornalista (SC 0003179 JP)

9 visualizações0 comentário

Kommentit


bottom of page